Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos

Acesso ao Extranet

Preview Pirelli Grande Prêmio da Grã-Bretanha10/07/2017

Milão, 10 de julho de 2017 – O Grande Prêmio da Grã-Bretanha, que marca o meio da temporada, contará com os pneus P Zero Branco médio, P Zero Amarelo macio e P Zero Vermelho supermacio. Uma mudança em relação a indicação original de compostos para a prova, que era duro, médio e macio. Esta alteração foi feita como resultado da informação obtida de corridas anteriores. É a primeira vez que o supermacio será visto no Grande Prêmio inglês. A pista de Silverstone é bem conhecida por colocar demandas pesadas sobre os pneus, graças a uma superfície bastante abrasiva e a abundância de curvas de alta velocidade, que colocam muita energia nos pneus. Por ser uma corrida de casa para tantas equipes, sempre tem uma atmosfera única, graças, também, aos fãs britânicos, que são entusiastas e apaixonados.

Os três compostos selecionados

O circuito do ponto de vista do pneu

  • A etapa de Silverstone é toda sobre energia lateral, graças a curvas de alta velocidade como a Becketts.
  • Com a seleção de pneus mais macia já vista no local, é provável que a corrida tenha mais de uma parada nos boxes.
  • O clima britânico é famoso por suas mudanças. Qualquer coisa pode acontecer rapidamente, indo desde a luz do sol até a chuva.
  • A superfície abrasiva oferece altos níveis de aderência, o que exige ainda mais dos pneus.
  • As retas são geralmente curtas, então os carros correm com níveis de pressão aerodinâmica elevados.
  • O traçado é intensamente utilizado durante o ano, de modo que a superfície tende a emborrachar rapidamente.
  • Logisticamente, é uma corrida fácil. A sede de motorsport da Pirelli, localizada em Didcot, fica a apenas 30 minutos de distância.

 

Mario Isola, líder de competições de veículos da Pirelli: "A decisão de trazer pneus mais macios para Silverstone do que originalmente planejamos foi tomada pela Pirelli, mas com a aprovação total dos pilotos, da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), equipes e promotores, que apreciaram o que estamos tentando fazer com essa indicação mais agressiva. Isso deve abrir possibilidades extras para diferentes estratégias e forçar as equipes para táticas de mais de um pit stop, embora, obviamente, teremos uma ideia melhor do desgaste exato e das taxas de degradação quando chegarmos lá, especialmente com o supermacio, que faz sua estreia em Silverstone. Como esta é uma das pistas mais exigentes para os pneus de toda a temporada, será interessante ver como um dos compostos mais macios da gama de 2017 funciona lá. Muito dependerá do clima. No passado, vimos uma ampla variedade de condições e temperaturas ".

O que há de novo

  • Com uma programação extremamente movimentada, a ação na pista começa na quinta-feira, com os treinos da Fórmula 2 e da GP3. Isso deve colocar mais borracha na pista para os treinos da F1, na sexta-feira.
  • O atual campeão mundial, Nico Rosberg, se reencontrou com o Mercedes W05 2014 na Inglaterra, no Festival de Velocidade de Goodwood. Valtteri Bottas também pilotou o carro.
  • Os testes de 2018 da Pirelli recomeçam após o Grande Prêmio da Grã-Bretanha, com Force India e Williams utilizando pneus protótipos em um teste cego com pneus de pista seca na terça e quarta-feira.

Pressões mínimas para a largada na Áustria

22,5 psi (pneus dianteiros) e 20,5 psi (pneus traseiros)

 

 

Limites de cambagem

-3,25º (pneus dianteiros) e -2,00º (pneus traseiros)

 

 

Pneus selecionados até o momento

Facebook  @pirellibrazil     Twitter  @Pirelli_Br     Instagram  @pirelli_br

 


voltar


Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos Todos os direitos reservados @2013

by contactonet