Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos

Acesso ao Extranet

Aquaplanagem: muito cuidado ao dirigir na chuva23/01/2018

São Paulo, 23 de janeiro de 2018 - As chuvas de verão têm castigado diversas regiões do País. Dirigir em vias molhadas pode ser perigoso e uma condução segura do veículo sob essa condição demanda alguns cuidados especiais com os pneus.
 
Um estudo conduzido pela Continental, maior fabricante de pneus da Alemanha e um dos maiores grupos sistemistas do mundo, apurou que pneus novos, com 100% de sua capacidade de dispersão, podem dar vazão a até 30 litros de água por segundo a uma velocidade de 80 km/h. Mas, quando os sulcos atingem o limite legal de 1,6 mm essa capacidade cai para 55%, o que impacta diretamente a dirigibilidade e a segurança. No teste foram utilizados pneus de diversas marcas na dimensão 205/55 R16H rodando sobre uma pista molhada (9 mm de água).
 
Quando há muita água na pista o veículo pode perder o contato com o asfalto e deslizar. É a chamada aquaplanagem. “Ao notar que o veículo começou a perder a aderência com o solo, em nenhuma circunstância freie ou faça qualquer movimento brusco com o volante. Aguarde que a perda gradativa de velocidade faça com que o veículo volte a ter contato com a pista e o controle seja retomado”, explica Rafael Astolfi, gerente de assistência técnica da Continental Pneus.
 
Os pneus possuem indicadores de desgaste máximo em seus sulcos principais, os chamados TWI (tread wear indicators) que, se estiverem nivelados com as barras ou blocos dos pneus, apontam que ele já atingiu sua profundidade mínima. Um detalhe importante: mesmo que apenas um dos lados do pneu atinja esse nível ele já é considerado desgastado, comprometendo totalmente a segurança ao dirigir.
 
Pneus que apresentem profundidades de sulco iguais ou inferiores a 1,6 mm não só deixam o motorista sujeito a multas como aumentam a probabilidade de acidentes em razão da menor capacidade de drenagem da água e do comprometimento tanto da frenagem como da tração.
 
Sob chuva, além de reduzir a velocidade é importante manter-se distante do veículo à frente. Em uma pista molhada o motorista necessita de três vezes mais espaço para frear em comparação com uma pista seca.
 
Confira importantes dicas sobre manutenção preventiva dos pneus no Calibrada Continental no Youtube: https://goo.gl/VMoHv7
 
A Continental desenvolve tecnologias pioneiras e serviços para mobilidade sustentável e conectada de pessoas e seus bens. Fundada em 1871, a empresa de tecnologia oferece soluções seguras, eficientes, inteligentes e acessíveis para veículos, máquinas, tráfego e transporte. Em 2017, a Continental registrou vendas preliminares de cerca de € 44 bilhões e atualmente emprega mais de 233.000 pessoas em 56 países.
 
A Divisão de Pneus tem atualmente mais de 24 locais de produção e desenvolvimento em todo o mundo. A vasta gama de produtos e os investimentos contínuos em P&D contribuem de forma significativa para uma mobilidade rentável e ecologicamente eficiente. Como um dos principais fabricantes de pneus do mundo, com cerca de 52.000 funcionários, a Divisão de Pneus registrou vendas de € 10,7 bilhões em 2016.
 
A divisão de Pneus para Veículos Comerciais da Continental é uma das maiores fabricantes de pneus para caminhões, ônibus e pneus comerciais em todo o mundo. Essa unidade de negócios está continuamente se desenvolvendo de um simples fabricante de pneus para um provedor de soluções, oferecendo uma ampla gama de produtos, serviços e soluções relacionadas aos pneus.


voltar


Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos Todos os direitos reservados @2013

by contactonet